Penseira: Bacia de pedra rasa, com entalhes estranhos na borda, runas e símbolos. É um recipiente que serve para guardar pensamentos os quais ocupam muito espaço na cabeça de alguém.

O ciclo da vida

Enfim formada

Melhor, enfim.. De volta a SP!

Não pensava que essa frase soaria tão forte até que precisei proferir pra mim mesma!

A faculdade foi excelente, os professores que conheci foram excelentes, a visão que me abriu, mudou minha vida, masss..

O período da minha faculdade NÃO foi o melhor período da minha vida como todos acreditam que seja.

E hoje, oficialmente estou me despedindo e me desprendendo disso tudo!

Estou no meio da serra, ouvindo minhas musicas e indo atras de algo que hoje, tem muito valor pra minha família: estou indo pegar o meu tão sonhado diploma de Profissional de Educação Física formada pela Universidade Federal de São Paulo.

Mas por mais pomposo que isso soa, não foi um período de glórias e louvores.. Foi um período de choro, insegurança, confusão mental, estafa, estresse e mágoas.

Não fiz muitos amigos (daqueles que vc fala “o que a facul uniu, ninguém separa”), muito pelo contrário.. Sinto que minha missão lá, foi única e exclusivamente pra testar minha força e minha resiliência. E não só nas aulas, mas na minha vida em si..

Morar longe de casa com dívidas e duvidas sobre minha vida não foi fácil não!

Até hoje eu sei que muitas das minhas inseguranças e medo, vieram quando eu olhei de um lado pro outro, sem minha família no meio de uma cidade que não me acolheu, e me perguntei? O que eu faço? Eu como ou eu estudo? Eu estudo ou eu durmo? Eu pago uma xerox ou almoço?

Graças a Deus nunca tive nenhuma dificuldade financeira, mas a faculdade me proporcionou essa experiência de escassez junto com a sensação de solidão, pois por um grande período eu fiquei sozinha durante a semana pq o meu namorado tentou voltar pra SP pra trabalhar e eu ficava em “casa” sozinha todas as noites após aquele estresse das aulas.

Isso quando não passava a noite fazendo doces pra vender na faculdade pra pagar meu almoço. QUAAANTAS vezes eu rezava pra vender ao menos 2 doces pra eu poder comer..

Mas fora tudo isso, hoje eu olho pra trás, com muitas lagrimas e vejo que consegui criar uma casca bem forte pra lidar com situações emergenciais.

Na hora, penso friamente, protejo quem amo e salvo minha pele e depois que tudo está um pouco mais “leve”, aí me permito chorar e levar a alma.

Obrigada pelos 4 anos de aprendizado não só acadêmico, mas de vida!

Resiliência, paciência e força, foram as palavra que mais me guiaram ao longo desse período e hoje, eu posso declarar oficialmente fechado, pois não tenho mais amarras, não tenho mais compromissos, nem nada ué me segure fisicamente e emocionalmente em Santos!

Obrigada e adeus!

Eu tenho raiva..

Eu tenho raiva de quando vc resmunga “que saco” pra tudo..

Eu tenho raiva de quando vc não consegue uma tarefa simples e fica insistindo perdendo tempo..

Eu tenho raiva quando vc é contrariado e fica evitando ouvir as verdades..

Eu tenho raiva de quando vc critica a sua família e faz igualzinho..

Eu tenho raiva quando vc não sabe ouvir o outro..

Eu tenho raiva quando vc não sabe conversar no meio de uma briga.. Ou melhor, só sabe gritar e não houve o outro lado pra tentar amenizar..

Eu tenho raiva quando vc passa o dia vendo coisas nada a ver e vira a noite trabalhando..

Eu tenho raiva quando sou positiva e vc não liga..

Eu tenho raiva quando conto algo que pra mim é MARAVILHOSO e vc só fala “legal”…

Eu tenho raiva quando deixa as coisas espalhadas pelo mundo e quando eu só quero saber onde coloco 1 papel, vc já acha que tô bagunçando suas coisas..

Aliás, odeio quando só pergunto uma coisa simples e vc já acha que estou te atacando..

Eu tenho raiva quando vc encosta pra dormir quando tem que falar sobre resolver alguma coisa…

Eu tenho raiva quando vc sempre diz que nada muda, mas o primeiro passo da mudança tem que vir de você…

Eu tenho raiva quando eu peço ajuda pra alguma coisa e vc já quer tomar e fazer sozinho..

Eu tenho raiva de não entender suas coisas científicas..

E além de odiar tudo isso, eu tenho raiva quando vc sempre sai da sua rotina pra fazer algo por mim…

Tenho raiva quando vc deixa de fazer algo seu, só pq eu tenho algo meu pra fazer..

Tenho raiva do modo como cuida de mim.. Me sinto folgada e não merecedora de tanta dedicação..

Tenho raiva quando vc sempre aplaude o que eu faço, mas não aplaude com tanta força o que VC faz de excelente..

Tenho raiva o fato de vc não confiar nas suas coisas..

Tenho raiva do modo que não confia em vc mesmo e não acredita no que faz, pq as pessoas não vão acreditar também..

E acima de tudo isso, o pior dos piores..

Eu tenho raiva de deixar de te falar coisas porque acho que vou te machucar ou que vc terá alguma das reações acima…

Eu tenho raiva de te proteger demais de tudo que ouço e vejo vc fazendo…

Eu tenho raiva de assumir suas broncas com medo de que vc se despedace..

Eu tenho raiva de ouvir as broncas que vc deveria ouvir, só pq eu sei ouvir um pouco melhor que vc..

Eu tenho raiva de te fazer passar por todos esses perrengues e não saber o que falar e agir…

Eu tenho raiva de dormir e te deixar acordado tentando achar um jeito de sair dessa..

E eu tenho raiva de te amar incondicionalmente..

Quando a gente dá conta que tem que crescer..

Crescer não é tão legal quanto a gente pensa quando é criança..

Crescer pode até ser sinônimo de independência e liberdade, mas tem horas que isso é assustador!!

Me ver com 26 anos, desempregada e sem perspectiva de vida (mas com muitos sonhos) é um pouco desesperador sim, pois as vezes caio na neura de achar que perdi tempo, que não devia ter “””””parado minha vida””””” pra cursar uma faculdade longe de casa.

Porque voltar, é mais assustador do que viver em outro lugar.

Saímos cheio de sonhos, cheio de planos e vontades e quando se depara com o mundo real, se assusta, pois as obrigações vem, as cobranças também e a sensação de incapacidade também.

Às vezes é difícil ter fé quando se tem o mundo nas suas costas e você tem que pensar maneiras de carregá-lo. Fora a motivação toda que muitos dizem que é o fator chave da transformação.. Puff!! Se fosse uma chavinha como dizem, o mundo seria diferente.

Só que o mundo cobra, o mundo pressiona e quer resultados, e então você vai se perdendo dos seus sonhos.

Ou melhor, o mundo esnoba e debocha dos seus sonhos.

Mas o amadurecimento não tira uma coisa: a fé. Pois é na fé que tiramos o pouco de fôlego e força de vontade pra tentar chegar onde nosso coração deseja.

E cara.. Como é difícil ter fé em alguns momentos. Ainda mais quando você acha que o mundo pode ser injusto.

Mas sigo tentando e buscando o meu lugar ao Sol..

Há uma luz…

large

Faz tempo que não apareço por aqui não é mesmo?

Mas minha vida tem tomado rumos que nem eu estou sabendo entender o que se passa…

Aquele mix de emoções com término de faculdade, sonhos sendo realizados, outros sonhos nascendo, ansiedades batendo e tudo isso.. Com algumas aflições e incertezas cotidianas.

Mas diante de todo esse mar de angustias, “há uma luz, que não se vê e brilha o tempo todo dentro de..” MIM! Eu só preciso me conectar novamente a essa luz e ver as coisas se desenrolando..

Sabe quando vc sente que é preciso um simples ato pra que tudo mude? Pois é.. Eu estou crente que será minha formatura, mas la no fundo, eu sei que na verdade é a fé!

Se eu não tiver fé no que faço o no que acredito, nada na minha vida irá mudar e nada do que meu coração deseja, irá se realizar..

É preciso fé e coragem pra poder mudar algumas atitudes e alguns padrões, e diante de tanta incerteza que me rondou nos últimos 4 anos, confesso que é difícil acessar esse “modo” na minha mente.

Mas seguiremos em luta.

Amanha se inicia o último ciclo (espero) dessa minha fase ruim e tenho esperança que THE DOG DAYS ARE OVER, basta somente ter fé e paciência..

Feliz ciclo novo!


Nas Pontas

Penseira: Bacia de pedra rasa, com entalhes estranhos na borda, runas e símbolos. É um recipiente que serve para guardar pensamentos os quais ocupam muito espaço na cabeça de alguém.

Mundo Bailarinístico - Blog de Ballet

Penseira: Bacia de pedra rasa, com entalhes estranhos na borda, runas e símbolos. É um recipiente que serve para guardar pensamentos os quais ocupam muito espaço na cabeça de alguém.

Red Pointe - Blog de ballet

Um blog com dicas de ballet, ballet adulto, músicas de ballet (repertório) e muito mais!

Mundo Q

Entre Estantes e Espelhos