Penseira: Bacia de pedra rasa, com entalhes estranhos na borda, runas e símbolos. É um recipiente que serve para guardar pensamentos os quais ocupam muito espaço na cabeça de alguém.

Tag Archives: beleza

Sabe quando uma música toca tanto sua alma que qualquer versão que você ouve, você chora igual uma condenada, mas não tem noção do porque?

Pode ser demo, live, acústica, cover, sei lá que raios, mais você sempre, sempre, mais sempre mesmo você vai chorar feito criança quando recebe o tão sonhado cachorrinho?

É o que sinto quando ouço Tenerife Sea do Ed Sheeran.

Uma melodia de amor, que ele conta todo o amor que ele sente ao ver a garota e como está apaixonado por ela, mesmo com toda a sua simplicidade e seu jeitinho.

Desde o seu lançamento em 2014 no álbum Multiply, sempre escutei com a conotação romântica que ela tem e claro que pensava no meu namorado e como ele é fofo e poderia sim escrever algo parecido. Mas acho que hoje senti o “click” que oi sobrenatural.

Ouvi essa música versão ao vivo através desse link, mas resolvi ouvir de outra perspectiva…

Decidi ouvi-la como se tivesse recitando pra mim mesma e foi mágico!

Parece que as vezes esquecemos do quanto somos lindas e especiais pra nós mesmas e focamos nas coisas que impõem para nós.

Sim… Eu “fico tão maravilhosa nesse vestido e amo (meu) cabelo daquele jeito”. Daquele jeito que só meu íntimo sabe que um dia tive e posso retomar no dia que reencontrar meu valor.

Imagem de love, amazing, and quoteAndo meio perdida do que sou, ainda mais depois que engordei horrores e parei minhas queridas aulas de ballet, mas a gente precisa aprender a se valorizar sem essas coisas, porque somos especiais “just the way we are” – já dizia Bruno Mars.

E por mais que digam para gente, nunca vamos acreditar se não enxergarmos de dentro mesmo e esse é o processo mais difícil de todos.

Mais sigo na luta e ouvir Tenerife Sea nessa nova perspectiva me trouxe um ótimo insight!

Advertisements

Leia ouvindo > Castle on the Hill

Imagem de moon, sky, and rainbow

A vida está me mostrando aos poucos que apesar de buscarmos um futuro, devemos sim, lembrar com carinho e gratidão as coisas que vivemos no passado.

Que as amizades passam, mas o carinho dos momentos vividos deve ser preservado no coração.

Que apesar das escolhas, não é justo julgar o outro por não ter seguido o que você achava certo.

Que quem você imaginava que ficaria para sempre, pode não ter os mesmos planos que você.

Que existe sim, lugar certo na hora certa.

Que a verdade dói, mas que existem momentos que ela cura.

Que relações humanas são mais humanas que apenas manter contato.

Ou seja, busque sempre olho no olho.

Que chorar pode parecer fraqueza, mas é depois das lágrimas que vem o Sol que você precisa.

Que procrastinar não é o caminho para nada, é só um atraso de vida.

Que simplicidade e sorrisos valem mais do que matéria.

Que o amor é a base de tudo e na minha humilde opinião, é a solução para todos os problemas.


Demorei um tempo pra entender todos os sentimentos que estão se passando dentro de mim nestes Jogos Olímpicos do Rio 2016, mas acho que só depois de ouvir o nosso grande hino nacional na Medalha de Ouro do vôlei foi que toda a emoção acumulada tomou conta de mim..

Emoção de poder ter ido conferir com todo o medo de não dar conta por causa do ano passado, emoção de ter feito parte da torcida que os conduziu a essa final quando assisti Brasil e Argentina nas Quartas de Final, emoção de sentir a vibração do meu namorado recém formado, desacreditado da profissão e da carreira frente a tantas dificuldades a grande emoção de poderá fazer parte desse sonho de viver uma competição olímpica no quintal de casa.. Cidade Maravilhosa.. Bênção do Cristo Redentor!

Me faltam palavras de tanta emoção..

Só consigo chorar e acreditar que a sementinha foi plantada e com fé em Deus, no esporte e na minha profissão, o esporte mudará mais vidas do que daqueles que ali competiam..

Vidas como de Rafaela Silva que aprendeu seu esporte na favela, dos meninos da ginastica que já tiraram dinheiro do bolso pra pagar os custos do esporte e tantos outros exemplos..

Mas sem esquecer das dificuldades que gente como a seleção feminina de futebol enfrenta como a falta de apoio e financiamento que só é investido no futebol masculino. Não sou ninguém para desmerecer o trabalho deles, mas existem muitas potencias e belezas que nosso pais não vê e não conhece e meu papel como futura Profissional de Educa é estampar esses talentos na cara do brasileiro pra gente vibrar, cantar, festejar e apoiar seja ele da nosso pais, ou um companheiro refugiado!

Viva o esporte!

Viva ao Brasil!

Viva as Olimpíadas!

Viva ao nosso mundão!

Porque já bem diz o slogan desse jogos: “Um novo mundo” e é isso que espero para os meus sobrinhos, filhos, netos..

Juntos somos um. Juntos somos o time Brasil!!


large

Acho que John Lennon e Paul McCartney estao querendo me dizer alguma coisa nesse começo de ano hein..

Começou quando estava feliz e saltitante (mentira, tava moscando em casa) ouvindo musicas leves pra começar o ano quando começa a tocar HEY JUDE. No exato momento, surge da janela uma borboleta esvoaçante amarela sobrevoando a sala de maneira descontrolada.

Ahhh.. Não deu outra, já pensei na hora que era um sinal de leveza e desprendimento, e então fui buscar a letra da musica que diz:

“Ei, Jude, não fique mal

Pegue uma canção triste e torne-a melhor

Lembre-se de deixá-la entrar em seu coração

Então você pode começar a melhorar as coisas

                                                                    […]

E qualquer vez que você sentir a dor

Ei, Jude, vá com calma

Não carregue o mundo nos seus ombros”

E na hora me dei conta de tudo que passei no ano de 2015 e como isso poderia refletir nesse novo ciclo de nossas vidas.

A gente não precisa lembrar das coisas como se elas só tivessem feito más lembranças, vamos transformá-las em canções bonitas, superação e até um certo nivel de alegria por termos aprendido com elas.

Então por uma ironia maior da vida, descubro que esse ano é o ano do SOL e adivinha só o que acabo de ouvir?

Sim, o titulo desse post, que diz que:

“Querida, tem sido um inverno longo, frio e solitário

Querida, parece que faz muitos anos desde que ele esteve aqui

Lá vem o sol

E eu digo

Que está tudo bem

[…]

Querida, os sorrisos voltaram aos rostos

Lá vem o sol

E eu digo

Que está tudo bem”

 

Então vamos mentalizar e vivenciar que esta tudo bem. O que era treva, hoje já é luz.

Enjoy 2016!


largeEu não sei porque eu fico nessa luta desesperadora de querer ser sempre a melhor em tudo, o destaque e a pessoa influente, mas sempre me frustro porque estou “na média” das coisas.

Mas não que isso seja negativo, porque o parâmetro de relevância é muito relativo. O bom numa teoria, as vezes não é tão bom assim na prática. Mas no meu caso, sinto que preciso aceitar em ser apenas…..

Nem existe palavra pra descrever, porque a minha vida inteira eu nunca fui a “completa e irritante sabichona” like Hermione Granger, mas sabe quando você tem um valor fundamental nas coisas? Como se as pessoas ao perceber a ação, ato, circunstancia, sei la que raios, olham pra você falam “Muito obrigada, você ajudou muito”, “você é competente”.

“Não existe alguém como você”…

Acho que é isso.. Não adianta pensar em parâmetros de genialidade se eu sou uma parcela avulsa de coisas boas que agregam as pessoas. Mas ainda sim, é muito difícil não comparar com os outros.

Só que a minha vida é completamente diferente da dos outros, meu histórico é diferente, minhas experiências são diferentes, até MINHA IDADE é diferente…

Estou no primeiro ano de faculdade com 23 anos.. Não parece, mas é! E existem pessoas ao meu redor com 18 anos.. Uma puta diferença de vivencia de vida que ninguém nunca pode comparar.

Então acho que é isso.. Pra que pensar em ser boa, em ser reconhecida por fatos sendo que posso simplesmente ser única do meu jeito?


large (16)

“Quanto mais rápido a gente realizar nossos sonhos, quanto mais rápido a gente falar tudo aquilo que está preso no garganta, quanto mais rápido a gente abraçar alguém ou correr para matar a saudade, melhor. […] Tudo isso não machuca e tudo isso é pequeno demais perto da imensidão que a vida é. Perto das escolhas e de nosso destino. Não deixem nada para amanhã. Não deixem nada mesmo. Vai lá, corre e busca.” – Thiego Novais

*titulo criado por mim, só pra não deixar vazio


largeToda vez que assisto/leio algum clássico sempre me pergunto o porquê dos adultos pararem de apreciar esse tipo de história.

Quem disse que os clássicos são infantis? Quem disse que são lições para as crianças?

Quando vejo Alice, penso em aceitação de quem você realmente é, sem pensar no julgamento dos outros, Harry Potter fala do valor da família a das amizades, ninguém é feliz e forte sozinho e agora, revi Peter Pan…
Crescer é preciso! E crescer tem as suas vantagens sim!

Crescer é ter responsabilidade, saber o significado do amor, voar..

Voar em direção aos seus sonhos, em direção aos seus objetivos, sejam grandes ou pequenos, é viver sem medo de estar sozinho.

Até porque para voar, você precisa estar bem, “com pensamentos felizes, porque pensamentos ruins te deixam para baixo”, e não é verdade??

Quer sabedoria maior que isso!!!!

Então não precisa gastar com livros anti estresse, reviva os clássicos e seja mais leve para voar!



Quatrode15

Popularizando a ciência do treinamento

Um Travesseiro Para Dois

tudo é especial se quisermos que seja.

Red Pointe - Blog de ballet

Um blog com dicas de ballet, ballet adulto, músicas de ballet (repertório) e muito mais!

Blá

Poesias, Crônicas, Contos

Suspiros & Desatinos

um pouco de amor. um pouco de humor.

Mundo Q

Entre Estantes e Espelhos