Penseira: Bacia de pedra rasa, com entalhes estranhos na borda, runas e símbolos. É um recipiente que serve para guardar pensamentos os quais ocupam muito espaço na cabeça de alguém.

Tag Archives: objetivos

Crescer não é tão legal quanto a gente pensa quando é criança..

Crescer pode até ser sinônimo de independência e liberdade, mas tem horas que isso é assustador!!

Me ver com 26 anos, desempregada e sem perspectiva de vida (mas com muitos sonhos) é um pouco desesperador sim, pois as vezes caio na neura de achar que perdi tempo, que não devia ter “””””parado minha vida””””” pra cursar uma faculdade longe de casa.

Porque voltar, é mais assustador do que viver em outro lugar.

Saímos cheio de sonhos, cheio de planos e vontades e quando se depara com o mundo real, se assusta, pois as obrigações vem, as cobranças também e a sensação de incapacidade também.

Às vezes é difícil ter fé quando se tem o mundo nas suas costas e você tem que pensar maneiras de carregá-lo. Fora a motivação toda que muitos dizem que é o fator chave da transformação.. Puff!! Se fosse uma chavinha como dizem, o mundo seria diferente.

Só que o mundo cobra, o mundo pressiona e quer resultados, e então você vai se perdendo dos seus sonhos.

Ou melhor, o mundo esnoba e debocha dos seus sonhos.

Mas o amadurecimento não tira uma coisa: a fé. Pois é na fé que tiramos o pouco de fôlego e força de vontade pra tentar chegar onde nosso coração deseja.

E cara.. Como é difícil ter fé em alguns momentos. Ainda mais quando você acha que o mundo pode ser injusto.

Mas sigo tentando e buscando o meu lugar ao Sol..


large

Eis que chega mais um ano..

Um ano que por um lado pode ser visto como uma conclusão, mas que algo no meu interior diz que será um ano de começo!
Só preciso ter mais segurança do que faço, mas sinto que o que foi construído será colhido, mas não como um fim, mas um meio, aquele suspiro de trabalho feito.
Esse ano, pretendo me formar, e pensar nisso me assusta, pois enfim a formatura está chegando, o diploma também, mas o mundo real também, só que não estou com medo… Estou ansiosa, estou querendo fazer o que sei, fazer o que gosto, multiplicar conhecimento e utilizar meu tempo para aprimorar esse conhecimento.
E o curioso, é que na mesma proporção que estou sentindo essa vontade de viver, estou tento a oportunidade de olhar para a trás e viver coisas que sempre sonhei desde muito nova.
Conhecer artistas que amo, revive infância, aprendendo coisas novas, mas que eram antigas, sonhando de novo..
Este ano tem me trazido, mesmo em uma única semana, a esperança de novas possibilidades, mas não só nos planos, mas nas ações, que são muito mais reais e concretas.
Só que vc acha que eu estou me matando pra ver isso acontecendo? Não! Eu estou abrindo meus caminhos com leveza pra sentir essas brisas entrando na minha vida e acho que 2018 vai ser assim: um “deixa a vida me levar”, com propósito, sonhos e objetivos, mas tudo com leveza.

 

large

Descobri que meu propósito é conhecer coisas novas, viajar, vivenciar coisas diferentes pra poder multiplicar da maneira que posso…

Deve ser por isso que um dia quis ser professora: pra ensinar o outro o que sei.

Quis ser bióloga: para descobrir o que esse mundão tem de diferente na natureza.

Quis ser publicitária: pra desenvolver novas idéias sobre tudo e todos.

Quis ser jornalista: pra poder conhecer um pouco de tudo e compartilhar a minha visão sobre.

Quis ser diplomata: pra descobrir as diferentes culturas do mundo e lutar por elas.

Quis ser bailarina: pra descobrir o poder transformador da arte e propagar pelo mundo.

Quis ser profissional de educação física: pra poder aprender sobre o poder do nosso corpo e do nosso organismo e propagar o quanto somos e podemos ser fortes em qualquer aspecto. Seja pelo esporte, seja pela saúde.

O que vier na minha vida hoje, é lucro, porque através do que escolhi quero ser conhecedora e compartilhadora de conhecimento.

Quero, através do que vier na minha vida, conhecer o mundo e as culturas que estão por ai.

Quero, através do que vier na minha vida, experimentar coisas novas.

Quero, através do que vier na minha vida, viver o mundo com ele é.

E não preciso de uma profissão especifica para isso, pois eu jurava que precisaria.

Basta eu ser quem eu sou e ter expertise para desenvolver um trabalho que me proporcione propaga-lo dessa maneira.

 

Taí minha última reflexão com 24 anos de idade…

Deixei de ser uma jovem adulta e estou me tornando uma adulta de fato, com responsabilidades, novos sonhos e novas realidades para a minha vida.

Então vou ali buscar meus novos objetivos.


Sabe quando uma música toca tanto sua alma que qualquer versão que você ouve, você chora igual uma condenada, mas não tem noção do porque?

Pode ser demo, live, acústica, cover, sei lá que raios, mais você sempre, sempre, mais sempre mesmo você vai chorar feito criança quando recebe o tão sonhado cachorrinho?

É o que sinto quando ouço Tenerife Sea do Ed Sheeran.

Uma melodia de amor, que ele conta todo o amor que ele sente ao ver a garota e como está apaixonado por ela, mesmo com toda a sua simplicidade e seu jeitinho.

Desde o seu lançamento em 2014 no álbum Multiply, sempre escutei com a conotação romântica que ela tem e claro que pensava no meu namorado e como ele é fofo e poderia sim escrever algo parecido. Mas acho que hoje senti o “click” que oi sobrenatural.

Ouvi essa música versão ao vivo através desse link, mas resolvi ouvir de outra perspectiva…

Decidi ouvi-la como se tivesse recitando pra mim mesma e foi mágico!

Parece que as vezes esquecemos do quanto somos lindas e especiais pra nós mesmas e focamos nas coisas que impõem para nós.

Sim… Eu “fico tão maravilhosa nesse vestido e amo (meu) cabelo daquele jeito”. Daquele jeito que só meu íntimo sabe que um dia tive e posso retomar no dia que reencontrar meu valor.

Imagem de love, amazing, and quoteAndo meio perdida do que sou, ainda mais depois que engordei horrores e parei minhas queridas aulas de ballet, mas a gente precisa aprender a se valorizar sem essas coisas, porque somos especiais “just the way we are” – já dizia Bruno Mars.

E por mais que digam para gente, nunca vamos acreditar se não enxergarmos de dentro mesmo e esse é o processo mais difícil de todos.

Mais sigo na luta e ouvir Tenerife Sea nessa nova perspectiva me trouxe um ótimo insight!



Nas Pontas

Penseira: Bacia de pedra rasa, com entalhes estranhos na borda, runas e símbolos. É um recipiente que serve para guardar pensamentos os quais ocupam muito espaço na cabeça de alguém.

Mundo Bailarinístico - Blog de Ballet

Penseira: Bacia de pedra rasa, com entalhes estranhos na borda, runas e símbolos. É um recipiente que serve para guardar pensamentos os quais ocupam muito espaço na cabeça de alguém.

Red Pointe - Blog de ballet

Um blog com dicas de ballet, ballet adulto, músicas de ballet (repertório) e muito mais!

Mundo Q

Entre Estantes e Espelhos