Penseira: Bacia de pedra rasa, com entalhes estranhos na borda, runas e símbolos. É um recipiente que serve para guardar pensamentos os quais ocupam muito espaço na cabeça de alguém.

Tag Archives: sexo

large (1)Sonho um dia poder acordar numa linda manhã de sol, em um quarto branco com uma enorme moldura clara de arte moderna e uma janela grande que reflete o Sol de maneira leve através da cortina. Adesivos de pássaros na parede e eu de baby doll branco, leve e confortável.

Sonho que estou acordando com o cheiro do café quente vindo de algum lugar e o quando esse cheiro me agrada e ao olhar pela janela, vejo um sol maravilhoso com uma brisa deliciosa.

Lembro de tudo o que aconteceu e como fiquei feliz nesses últimos dias, nos sorrisos bobos e nas risadas escandalosas.

Não quero voltar pra casa.. Não quero voltar pra minha realidade rotineira.. Não mais!

A vontade que tenho é abandonar tudo e seguir só isso que me preencheu taanto, mas não posso. A responsabilidade e as contas cismam em me assombrar e eu DEVO manter minhas responsabilidades e fico triste..

Sempre que pego pensando nisso fico triste, porque as coisas não são tão perfeitas como a gente imagina.. Tudo tem seu lado escuro, e meu lado escuro nesse momento, é imaginar que essa magia acabou mesmo olhando para essa paisagem linda que vejo desse quarto.

Como sou idiota né.. Poderia estar curtindo os últimos momentos desse final de semana épico, mas acordo e já fico pensando bobeira.

Fecho os olhos mais uma vez na esperança de afastar esses pensamentos negativos que me tiram do prazer de vivenciar o lado bom da vida e a sua presença, que me deixa feliz demais e acabo sorrindo… Lembrando do seu rosto, das suas covinhas que tanto amo e do jeito que você me olha ou quando chora junto comigo.

Coisas assim me fazem perceber o quanto esses esforços valem a pena. Que cada sofrimento serve pra gente dar valor as coisas pequenas. Que cada obstáculo é superado com um sorriso sincero e uma palavra amiga dita do fundo da alma. E como sou grata por você existir.

E com isso, sorrio com meus olhos fechados agradecendo a Deus por tudo que já passei. Nisso, sinto seu perfume perto de mim, e quando abro os olhos, você esta me olhando e sorrindo com aquele sorriso que eu amo e fico mais feliz ainda em acordar com a sua presença.

Você me abraça e diz aquele “bom dia” baixinho e gostoso enquanto fico manhosa na cama, dengosa com seu carinho que tanto me encanta. Como amo você e como amei passar esse fim de semana com você.

Me levanto e encontro nosso café feito por você e uma rosa linda para mim.. Um mimo que me anima mais ainda em cima da nossa cama e te abraço mais forte ainda com uma lágrima escondida através do meu sorriso.

E então acordo… Meio tonta meio feliz por ter sentido isso tão presente, pena que não foi real, mas ao olhar meu celular e encontrar uma sms sua me dizendo um “bom dia”, vejo que apesar desses sonhos lindos, nossa realidade também é mágica!

Pra você por MochileiradeAllStar

Advertisements

The_a_team_Ed_Sheeran

Um dos grandes dilemas para eu montar minha personagem em The A Team foi a minha grande diferença com a Angel da qual Ed Sheeran se inspirou.. Garota sem teto que se prostituía para conseguir dinheiro e algumas gramas como diz a letra.

O que ela tem que tanto me atrai? Já que sou uma garota considerada bem de vida, instruída e bem encaminhada na vida. Achava que só a melodia me atraía, mas ao ouvir a frase As coisas boas da vida vem de graça para nós percebi que não é só isso e me sinto confusa quando penso sobre isso.

Ao montar meu solo para o DRT (Registro de Profissional em Dança), pensei que seria o meu momento na dança e seria o lugar em que poderia mostrar o meu eu. Mas com essa letra tão melancólica e triste, fiquei confusa sobre o que eu realmente sentia dançando e se isso é realmente alegria ou um sufoco por ter que estar dentro de padrões que são extremamente difíceis pra mim.

Ao ouvir atentamente uma das milhares de versões que existe da música e no meio da concepção desse texto, acabei descobrindo o porquê da escolha.

A dança sempre foi minha paixão e ter que me entregar a ela foi uma luta, pois minha timidez e meu peso me impediam muito, além das minhas dificuldades psicológicas. Hoje, ainda sinto uma dificuldade imensa em lidar com alguns professores e venho “enlouquecendo por algumas broncas”, mas quando realmente danço o que me faz livre e o que me faz bem, me sinto um anjo entregue aos deuses e minha alma voa, causando a “morte” dos meus medos e a elevação espiritual.

Sou eu Tamires e sou Angel.. Voando com os pássaros e tendo meu Ultimo Suspiro pelo medo das dificuldades que existem por aí. A morte do meu eu aflito e medroso na dança.

Mochileira de AllStar


[…]

Ser íntimo de alguém é você cantar sem medo de estar desafinado, em alto e bom tom. É você abrir suas mais profundas ideias sem medo de ser ridículo por achar que realmente o homem nunca pisou na lua ou assumir que já acreditou naquele filme, a Teoria da Conspiração.

Ser íntimo é conseguir olhar nos olhos. É ter medo de dizer eu te amo, mas dizer mesmo assim, em várias línguas e com um sotaque horroroso. E, mesmo assim, ser fofa. Intimidade é você mostrar uma foto sua de criança, quando sua mãe fez aquele corte ridículo no seu cabelo e você teve vergonha de todos os amiguinhos da escola.

É assumir que não sabe cozinhar e se esforçar mesmo assim. É tirar os sapatos depois de um dia inteiro de trabalho e pedir um abraço. É dizer que não tem problema se ele acabou de comer uma pizza calabresa cheia de cebola, que gosta do beijo mesmo assim. Mas ainda assim oferecer uma balinha de menta e dar aquele sorriso de canto.

É não conseguir esconder que ficou brava sem razão, simplesmente porque estava na TPM; não conseguir esconder que saiu pulando de alegria quando ele mandou aquela mensagem com uma única palavra: saudades…

Intimidade é assumir que sabe todas as letras do Legião Urbana, que já quis ser igual à Sandy e que, quando está sozinha, ainda chora assistindo a Friends ou Gilmore Girls.

Intimidade vai além do físico. Ser íntimo é não ter medo de dividir seus pensamentos, aqueles mais profundos que te deixariam vermelha numa discussão em uma grande mesa de jantar. Ser íntimo é entender que até no silêncio há diálogo. Você só tem intimidade o bastante com alguém quando consegue ficar quieta ao lado da pessoa sem se incomodar com isso. Você só consegue atingir esse grau quando as mentes caminham na mesma frequência.

Intimidade é você não precisar do outro para viver, mas querer viver com ele mesmo assim.

Via Casal Sem Vergonha


“Felicidade pra mim é pouco. Eu preciso de euforia.” Essa máxima tem mais adeptos do que se pode imaginar. Em um mundo de baladas alucinantes e sexo fácil, não é de se estranhar que as verdadeiras parcerias sejam cada vez mais raras. Isso porque o conforto da conchinha em dias frios e do filminho a dois no domingo não tem sido suficiente para satisfazer enérgicos caçadores de êxtase.

A verdade é que algumas pessoas precisam estar em estado permanente de paixão. Só dançar não basta – é preciso ultrapassar todos os limites do seu corpo; só amar não basta – tem que ter orgasmos múltiplos todo dia; se identificar com a profissão não basta – É preciso gostar tanto do trabalho a ponto de ficar ansioso pela segunda-feira.

E os relacionamentos têm obedecido – lamentavelmente – esse vírus moderno da insaciabilidade aguda. Arrisco dizer que é por isso que as verdadeiras parcerias caíram de moda. Não se troca mais a liberdade da solteirice pelo tédio que um relacionamento estável supõe. Mas quem se recusa a essa troca certamente desconhece a sensação surreal de uma conchinha. De gargalhadas épicas assistindo a um programa de humor sem graça no sábado à noite. Do tesão inigualável de um sexo com amor (sexo com amor, não necessariamente sexo amorzinho).

As parcerias ainda estariam “em alta” se as pessoas parassem de esperar delas essa tal euforia. Espera-se sexo avassalador diariamente quando, às vezes, se pode querer simplesmente pegar no sono depois do jantar. Espera-se conversa e tagarelices sem fim enquanto se pode, vez ou outra, querer simplesmente permanecer em silêncio – e, calma, isso não é um problema.

Achar que todo relacionamento se sustenta na base do sexo três vezes ao dia e ter certeza de que há algo de errado se o outro recusa é uma utopia. O amor é poder ser você mesmo. Poder assumir que quer só dormir de conchinha – sem tabus, sem a obrigação da paudurecência permanente. Sentir-se bem com o outro de chinelo e camisa de propaganda, sem maquiagem e descabelada. Eu diria que amar é, acima de tudo, sentir-se à vontade. Sem pressa, sem euforia, sem regras estabelecidas. Por que amor é liberdade.

É preciso aceitar o outro em todas as suas versões, inclusive nos dias ruins. A rotina é o preço que se paga pra se ter um grande amor sempre ao lado – um preço irrisório quando ela se torna absolutamente deliciosa. E isso só é possível ao lado de quem se ama. Apaixonar-se é bom. Mas o amor tem privilégios que só podem ser desfrutáveis na calmaria.

 

Texto original encontrado aqui por Natalia Macedo – Via Casal Sem Vergonha


tumblr_mjvo8khBKJ1s52bujo1_500_largeQuem nunca assistiu Discovery Channel e ficou envergonhado com a copulação dos animais?

E quando você esta assistindo um filme super tranquilo sozinho e beeem na hora que sua mãe aparece, é a hora que o casal começa a tirar a blusa, só a blusa? (caso clááásico)

Na era em que mulheres trabalham e ganham mais que os homens, homens fazem serviço de casa, casais trabalham em casa e etc, o velho tabu do sexo ainda esta em alta.

As pessoas usam do funk, novelas, revistas pra suprir essa necessidade sendo que o mínimo que elas poderiam pensar é que isso não é um bicho de sete cabeças, pois brincadeiras a parte, todos nascemos disso. NO SEX, NO KIDS!

Claro que ficar postando fotos, vídeos e frases chulas também não dá, porque é uma coisa intima, mas ficar com aquele olhar de “credo, sua putona” é meio arcaico.

Ta na hora de parar com essa coisa entre 8 e 80 sobre sexo e aceitar que isso acontecesse com todos..

Desde a sua mãe com seu pai pra fazer você á sua vizinha velhinha que mal anda que um dia já transou com o tiozinho, marido dela que até já morreu!

MochileiradeAllStar



Quatrode15

Popularizando a ciência do treinamento

Um Travesseiro Para Dois

tudo é especial se quisermos que seja.

Red Pointe - Blog de ballet

Um blog com dicas de ballet, ballet adulto, músicas de ballet (repertório) e muito mais!

Blá

Poesias, Crônicas, Contos

Suspiros & Desatinos

um pouco de amor. um pouco de humor.

Mundo Q

Entre Estantes e Espelhos