Penseira: Bacia de pedra rasa, com entalhes estranhos na borda, runas e símbolos. É um recipiente que serve para guardar pensamentos os quais ocupam muito espaço na cabeça de alguém.

Tag Archives: quentinho no coração

Leia ouvindo > Castle on the Hill

Imagem de moon, sky, and rainbow

A vida está me mostrando aos poucos que apesar de buscarmos um futuro, devemos sim, lembrar com carinho e gratidão as coisas que vivemos no passado.

Que as amizades passam, mas o carinho dos momentos vividos deve ser preservado no coração.

Que apesar das escolhas, não é justo julgar o outro por não ter seguido o que você achava certo.

Que quem você imaginava que ficaria para sempre, pode não ter os mesmos planos que você.

Que existe sim, lugar certo na hora certa.

Que a verdade dói, mas que existem momentos que ela cura.

Que relações humanas são mais humanas que apenas manter contato.

Ou seja, busque sempre olho no olho.

Que chorar pode parecer fraqueza, mas é depois das lágrimas que vem o Sol que você precisa.

Que procrastinar não é o caminho para nada, é só um atraso de vida.

Que simplicidade e sorrisos valem mais do que matéria.

Que o amor é a base de tudo e na minha humilde opinião, é a solução para todos os problemas.


Demorei um tempo pra entender todos os sentimentos que estão se passando dentro de mim nestes Jogos Olímpicos do Rio 2016, mas acho que só depois de ouvir o nosso grande hino nacional na Medalha de Ouro do vôlei foi que toda a emoção acumulada tomou conta de mim..

Emoção de poder ter ido conferir com todo o medo de não dar conta por causa do ano passado, emoção de ter feito parte da torcida que os conduziu a essa final quando assisti Brasil e Argentina nas Quartas de Final, emoção de sentir a vibração do meu namorado recém formado, desacreditado da profissão e da carreira frente a tantas dificuldades a grande emoção de poderá fazer parte desse sonho de viver uma competição olímpica no quintal de casa.. Cidade Maravilhosa.. Bênção do Cristo Redentor!

Me faltam palavras de tanta emoção..

Só consigo chorar e acreditar que a sementinha foi plantada e com fé em Deus, no esporte e na minha profissão, o esporte mudará mais vidas do que daqueles que ali competiam..

Vidas como de Rafaela Silva que aprendeu seu esporte na favela, dos meninos da ginastica que já tiraram dinheiro do bolso pra pagar os custos do esporte e tantos outros exemplos..

Mas sem esquecer das dificuldades que gente como a seleção feminina de futebol enfrenta como a falta de apoio e financiamento que só é investido no futebol masculino. Não sou ninguém para desmerecer o trabalho deles, mas existem muitas potencias e belezas que nosso pais não vê e não conhece e meu papel como futura Profissional de Educa é estampar esses talentos na cara do brasileiro pra gente vibrar, cantar, festejar e apoiar seja ele da nosso pais, ou um companheiro refugiado!

Viva o esporte!

Viva ao Brasil!

Viva as Olimpíadas!

Viva ao nosso mundão!

Porque já bem diz o slogan desse jogos: “Um novo mundo” e é isso que espero para os meus sobrinhos, filhos, netos..

Juntos somos um. Juntos somos o time Brasil!!


Dizem que amor de mãe é transformador, mas porque só amor de mãe? Amor de tia também move montanhas… Ainda mais quando se é tia AO DOBRO!

Depois de 4 longos dias ao lado dos meus pequeninos Ana Laura e João Luiz, senti o profundo aperto de ter que deixá-los e nossa.. Como dói!

Afastar-se daquelas carinhas que te olham com tanta sede de aprendizado, com sorrisos sinceros e abraços deliciosos me cortou o coração. Ainda mais que infelizmente moro longe deles e visita-los demanda um planejamento maior do que um simples “pulinho” lá.

Impressionante o quanto você se apega, você se entrega e recebe essa troca da maneira mais delicada. Através de um toque, um olhar, um grunhido e até mesmo um chutinho. E ser tia de gêmeos é uma dádiva maior ainda.

Como sou abençoada por ter dois pequeruxos tão diferente e tão cheios de atitude. Apenas 3 meses de idade e já muito conhecimento da vida.

Quantas lições aprenderei com vocês hein…

Mas o que mais me doeu na alma, foi saber que quando sai, deixei olhinhos marejados me procurando no sofá, sentindo minha falta no pequeno coraçãozinho, na mesma intensidade que estou sentindo agora.

Meus pequenos, uma pena que é trabalhoso estar junto com vocês, mas saibam que farei de tudo pra acompanhar o crescimento de voces

Já estou morrendo de saudades!

Amo vocês Aninha e Joao!

  


large

No fundo, eu bem sabia que esse seria um ano muito difícil na minha vida, muito difícil meeeeesmo. E nem vou ficar falando “olha, mais foi mais do que o imaginado”, mentira, porque eu sabia que teria que enfrentar várias barras.

E mesmo chorosa, com medo, e posso até dizer que, um pouco desacreditada, eu posso dizer com todas as letras que PASSEI, SOBREVIVI, CONSEGUI, JÁ ERA.

Como todo ano na nossa vida, o próximo será de renovações, mas não aquelas de começo de ano que você promete emagrecer, aprender uma nova língua ou enfim se declarar pro crush. É aquele ano de MAIS renovações pessoais, mais desafios, mais escolhas pra tomar e mais diversidades encontrar.

Agradeço imensamente por tudo que vivi, desde aquele roubo na minha conta (sim, gente, roubaram a minha conta), até a queda da gata (que me custou vários rins) e a quebra do banheiro de casa (custou os rins de pessoas que trafiquei – ZUEIRA), porque apesar do medo de poder viver isso de novo, no fundo do meu coração cheio de buraquinhos, eu sei que não passarei por isso de novo porque aprendi a lidar com tudo isso.

Aprendi a observar melhor, conversar melhor, desabafar, cuidar das coisas e principalmente, aprendi a respeitar o espaço do outro.

Esse ano foi uma barra mesmo, porque além de ser o primeiro ano longe de casa, aprendi a morar com quem eu amo, e olha, não é fácil, a convivência é muito diferente do que se imagina, mas foi ótimo porque aprendi a ver o jeito, defeitos e principalmente valorizar as qualidades que são muitas, pra poder cada dia mais fazer o melhor e o impossível para tudo ficar bem.

Aprendi a calar a boca na hora que precisa calar, abrir a boca pra dar um chacoalhão e acolher nos momentos difíceis e nos fáceis também, porque carinho não se mede, carinho e amor são as coisas mais puras do coração e devem ser distribuídas a rodo. Rsrs

Agradeça a esse ano você também, foi difícil pra todos, mas enfim passamos, e podemos vir muito mais maduros para o próximo e com certeza muito mais leves, porque já temos bagagem suficientes pra dizer “OLHA, ja passei por isso e uufa, superei”.

sdfcs

Feliz 2016

PS: Vinicius, desculpa as ansiedades e medos. Eu te amo e quero passar mais e mais anos novos com você.


  
Não existem palavras pra explicar essa sensação. Seria saudade? Nostalgia? Orgulho? Ou uma dorzinha na alma?

Saber que acompanhei seus primeiros passos, sua evolução, sua vontade de crescer e ir além me deixou emocionada, e vê-la no palco brilhando foi de encher o coração.

Por falta de sorte (ou falta de vergonha na cara), não compartilhei o palco com você dessa vez, mas tenha certeza que meu coração estava com você, estava se realizando com você, estava alçando novos voos com você, pq você persistiu, quebrou barreiras e enfrentou muralhas grandes pra conseguir o que você queria: o mundo! E está conseguindo, graças a Deus, sua dedicação, inteligência e persistência.

Obrigada por não desistir, obrigada por ouvir o seu coração e a razão (por mais dolorosa e crua foi), obrigada por ainda estar no palco.

O que não tive coragem de fazer, ou nunca consegui perceber, você fez e hoje brilha, para agora ganhar mais ainda o mundo, nem que seja o seu mundo, mas que seja de muito sucesso porque você merece e lutou muito pra isso.

Parabéns Laurinha, doida, desligada, mas sempre sempre sempre firme no que quer e um exemplo de pessoa pra mim, porque as coisas podem ser difíceis, decisões podem ser difíceis, mas quando se tem um sonho, ninguém tira isso da gente e podem vir julgamentos de todos os lados, mas só quem sonha sabe o valor disso no resultado final, que pode ser final, ou pode ser só o começo.

Gratidão pela noite de hoje!


  
Como esse ditado faz sentido nesse exato momento..

Como nós ainda queremos controlar a nossa vida? Porque queremos fazer tudo do nosso jeito sendo que sabemos que NUNCA SERÁ?  Qual a necessidade de se fazer sofrer por algo que vc sabe qual o fim (porque no fundo, no fundo, vc sabe como terminará)?

Sei que não estou numa das ninjas melhores fases, mas sempre fiquei me perguntando a todo tempo do porquê estar acontecendo tudo isso, no quanto é injusto e que estou sofrendo demais pra pouco resultado. Poxa! Não estou tão mal assim.. Existem e já existiram situações piores, pra que tanto drama??

Preciso voltar a curtir as pequenas coisas, mas bem pequenas mesmo que me ajudaram em fases bem piores.

Tenho ai, férias lindas pra descansar e por a cabeça em ordem (sem pressão), tenho a universidade que sempre quis e lutei tanto pra isso (mesmo sabendo da possível greve), tenho sobrinhos lindos que estão vindo ai com muito amor e alegria pra dar (sim, são gêmeos e casal ainda, pra mimar mais) e tenho um namorado maravilhoso que sempre está presente, seja nas horas boas e ruins.

Pra que fazer drama por algumas dificuldades? Não consegui sobreviver até aqui? Então pronto! Para de drama, levanta essa cabeça e BORÁ GAROTA!

Faça acontecer que as coisas boas irão voltar a fluir..

Como já dizia Peter Pan “pensamentos ruins te põem pra baixo. Pense em coisas boas que você irá voar”!!!



4x15

Divulgando a Ciência do Treinamento

Um Travesseiro Para Dois

tudo é especial se quisermos que seja.

Red Pointe - Blog de ballet

Um blog com dicas de ballet, ballet adulto, músicas de ballet (repertório) e muito mais!

Blá

Poesias, Crônicas, Contos

Suspiros & Desatinos

um pouco de amor. um pouco de humor.

Mundo Q

Entre Estantes e Espelhos