Penseira: Bacia de pedra rasa, com entalhes estranhos na borda, runas e símbolos. É um recipiente que serve para guardar pensamentos os quais ocupam muito espaço na cabeça de alguém.

Tag Archives: mulheres

Sabe quando uma música toca tanto sua alma que qualquer versão que você ouve, você chora igual uma condenada, mas não tem noção do porque?

Pode ser demo, live, acústica, cover, sei lá que raios, mais você sempre, sempre, mais sempre mesmo você vai chorar feito criança quando recebe o tão sonhado cachorrinho?

É o que sinto quando ouço Tenerife Sea do Ed Sheeran.

Uma melodia de amor, que ele conta todo o amor que ele sente ao ver a garota e como está apaixonado por ela, mesmo com toda a sua simplicidade e seu jeitinho.

Desde o seu lançamento em 2014 no álbum Multiply, sempre escutei com a conotação romântica que ela tem e claro que pensava no meu namorado e como ele é fofo e poderia sim escrever algo parecido. Mas acho que hoje senti o “click” que oi sobrenatural.

Ouvi essa música versão ao vivo através desse link, mas resolvi ouvir de outra perspectiva…

Decidi ouvi-la como se tivesse recitando pra mim mesma e foi mágico!

Parece que as vezes esquecemos do quanto somos lindas e especiais pra nós mesmas e focamos nas coisas que impõem para nós.

Sim… Eu “fico tão maravilhosa nesse vestido e amo (meu) cabelo daquele jeito”. Daquele jeito que só meu íntimo sabe que um dia tive e posso retomar no dia que reencontrar meu valor.

Imagem de love, amazing, and quoteAndo meio perdida do que sou, ainda mais depois que engordei horrores e parei minhas queridas aulas de ballet, mas a gente precisa aprender a se valorizar sem essas coisas, porque somos especiais “just the way we are” – já dizia Bruno Mars.

E por mais que digam para gente, nunca vamos acreditar se não enxergarmos de dentro mesmo e esse é o processo mais difícil de todos.

Mais sigo na luta e ouvir Tenerife Sea nessa nova perspectiva me trouxe um ótimo insight!

Advertisements

largeEu não sei porque eu fico nessa luta desesperadora de querer ser sempre a melhor em tudo, o destaque e a pessoa influente, mas sempre me frustro porque estou “na média” das coisas.

Mas não que isso seja negativo, porque o parâmetro de relevância é muito relativo. O bom numa teoria, as vezes não é tão bom assim na prática. Mas no meu caso, sinto que preciso aceitar em ser apenas…..

Nem existe palavra pra descrever, porque a minha vida inteira eu nunca fui a “completa e irritante sabichona” like Hermione Granger, mas sabe quando você tem um valor fundamental nas coisas? Como se as pessoas ao perceber a ação, ato, circunstancia, sei la que raios, olham pra você falam “Muito obrigada, você ajudou muito”, “você é competente”.

“Não existe alguém como você”…

Acho que é isso.. Não adianta pensar em parâmetros de genialidade se eu sou uma parcela avulsa de coisas boas que agregam as pessoas. Mas ainda sim, é muito difícil não comparar com os outros.

Só que a minha vida é completamente diferente da dos outros, meu histórico é diferente, minhas experiências são diferentes, até MINHA IDADE é diferente…

Estou no primeiro ano de faculdade com 23 anos.. Não parece, mas é! E existem pessoas ao meu redor com 18 anos.. Uma puta diferença de vivencia de vida que ninguém nunca pode comparar.

Então acho que é isso.. Pra que pensar em ser boa, em ser reconhecida por fatos sendo que posso simplesmente ser única do meu jeito?


Hoje tive uma conversa bem franca com a minha mãe e diante dessa conversa comecei a me ouvir falar e nossa… Como as coisas mudam de um ano para o outro.. E que bom não é? Imagina termos a mesma mentalidade e atitude sempre, como seria? BORING!

Fiquei analisando minhas condições no ano passado e minhas decisões ao longo do ano que se passou. Foi um ano financeiramente difícil, mas foi um ano de grandes decisões num curto espaço de tempo.

Outra coisa que me fez pensar, é que uma colega minha (que não via há muito tempo), comentou que sempre acreditou que eu seria a primeira da escola a entrar na faculdade, e hoje, ela esta com 2 filhos terminando a dela e eu estou aqui decidindo se caso ou se compro uma bicicleta. rsrs

Para muitos, isso poderia soar como algo ruim, porque a pessoa “evoluiu” em 5 anos pra cá e eu fique estagnada, mas eu vejo diferente, porque eu escolhi viver coisas que essa pessoa não viveu. Cada um tem mérito e cada um, fez suas escolhas.

Tive anos ruins e cheio de decisões que, hoje, eu não tomaria, mas estas serviram para que eu desenvolva meu senso critico, para que eu tenha certeza do que quero fazer pro resto da vida e ter certeza das minhas condições de vida.

Citando a minha maneira, o querido Alvo Dumbledore, digo que “para uma mente bem estruturada ‘decisões’ são apenas aventuras seguintes” e eu fui observar as condições de minha vida para assim, estruturar minha mente para as novas escolhas e novas aventuras que escolhi viver esse ano.

Não consigo me imaginar como antes.. Sou uma pessoa completamente nova e a prova disso é a minha atual capacidade de conseguir conversar com a minha mãe. Vocês não sabem o quanto isso me deixa satisfeita…

Me sinto mais mulher, mais critica, mais autentica, mais madura e gosto muito disso. Cada vivência minha, foi para que eu aprendesse a ser e conviver com quem eu sou e como estou me divertindo com isso.

Tenho agradecimentos especiais às pessoas que mais estiveram presentes na minha vida e são elas o Vinicius (meu amor lindo) e a Josi (minha psicóloga linda) que por uma ironia do destino, apareceram exatamente na mesma época e deram essa empurrada nas minhas decisões. Não digo que foram vocês que me mostraram o caminho de fato, mas tenho certeza que foram vocês que estiveram lá me aconselhando e estimulando para que EU tome minhas decisões por mim para o bem de todos. Valeu pelas broncas, pelo ombro pra chorar, pelas palmas nas conquistas (e olha que pra eu decidir algo, tem que ter paciência, porque só vocês sabem da minha indecisão) e por estar sempre por perto e me ouvindo.

Muito obrigado por esse quase 1 ano!! ♥


The_a_team_Ed_Sheeran

Um dos grandes dilemas para eu montar minha personagem em The A Team foi a minha grande diferença com a Angel da qual Ed Sheeran se inspirou.. Garota sem teto que se prostituía para conseguir dinheiro e algumas gramas como diz a letra.

O que ela tem que tanto me atrai? Já que sou uma garota considerada bem de vida, instruída e bem encaminhada na vida. Achava que só a melodia me atraía, mas ao ouvir a frase As coisas boas da vida vem de graça para nós percebi que não é só isso e me sinto confusa quando penso sobre isso.

Ao montar meu solo para o DRT (Registro de Profissional em Dança), pensei que seria o meu momento na dança e seria o lugar em que poderia mostrar o meu eu. Mas com essa letra tão melancólica e triste, fiquei confusa sobre o que eu realmente sentia dançando e se isso é realmente alegria ou um sufoco por ter que estar dentro de padrões que são extremamente difíceis pra mim.

Ao ouvir atentamente uma das milhares de versões que existe da música e no meio da concepção desse texto, acabei descobrindo o porquê da escolha.

A dança sempre foi minha paixão e ter que me entregar a ela foi uma luta, pois minha timidez e meu peso me impediam muito, além das minhas dificuldades psicológicas. Hoje, ainda sinto uma dificuldade imensa em lidar com alguns professores e venho “enlouquecendo por algumas broncas”, mas quando realmente danço o que me faz livre e o que me faz bem, me sinto um anjo entregue aos deuses e minha alma voa, causando a “morte” dos meus medos e a elevação espiritual.

Sou eu Tamires e sou Angel.. Voando com os pássaros e tendo meu Ultimo Suspiro pelo medo das dificuldades que existem por aí. A morte do meu eu aflito e medroso na dança.

Mochileira de AllStar


Gosto de andar de ônibus para observar os diferentes tipos de pessoa e notei o quanto sou diferente do que “eu deveria ser”..

Tenho cara de boneca, olhos claros, pele macia e etc, mas não consigo ser a bonequinha que todos esperam que eu seja..

Gosto de ser a doidona que fala “véi”, “dahora”, “fi”, que usa All Star e calça jeans, com combinações básicas sem muito glamour.

Tentei ser a mocinha que anda de salto e usa roupas da moda, mas não consegui, tanto que quem disse que é melhor assim, nem fala mais comigo.

Difícil agradar os outros, mas feliz é quem agrada a si mesmo em primeiro lugar, porque sempre levo em consideração quem acorda de manhã mau humorada,  quem veste minhas roupas, quem será julgada de relaxada ou brega nas ruas..

Eu mesma e gosto de ser assim, até porque no dia que estou inspirada em me arrumar, sou surpreendente!

MochileiradeAllStar


Sonho ( e sempre sonhei) com um amor meio conto de fadas.

Não sei se acredito ou não, não sei se existe ou não, já que hoje em dia as coisas estão tão confusas e os sentimentos estão tão expostos e mal sentidos que esta tudo não muito normal.  As pessoas estão deixando de viver um amor de verdade por covardia , egoísmo e falta de respeito.

A mídia nos impõe os livros/filmes/series com histórias românticas, mas as pessoas não estão sentindo isso com a alma, é muito artificial, tudo muito fabricado. Noivados muito cedo, separações, casais que se amam de verdade se separando por tolices. O amor não é mais como era antes.

Eu quero ser feliz de uma maneira simples, fazendo o que eu amo, ouvindo boas musicas que me remetem a coisas positivas e viver um amor com AMOR acima de tudo… Não sei se irá me entender, mas eu sou muito sonhadora e quero um cara sensível com as coisas mais bobas, pois quero ele apreciando-as comigo, que aja concordância e respeito mesmo nas discórdias, sem perdermos tempo com discussões.. Sabe.. Mais sorrisos! Viver o amor e tudo o que há de mais belo nele!

Que aja confiança acima de tudo e nada, nem ninguém nos impeça de sermos quem somos.

Acredito nas coisas mais simples da vida e acredito que o amor é simples também, pois se existem acordos e escolhas, estas existem de maneira natural e gostosa.

Sou tão bobinha e romântica que mesmo sem ler letras das musicas, consigo sentir a vibração que o cantor quis passar e entro na vibe.. Principalmente em musicas calmas, como Ed Sheeran, Plain White T’s, Norah Jones. Voz doce, palavras suaves (ou nem tanto), simplicidade.

Adoro isso! Ouvir coisas singelas, mas que para mim fazem toda a diferença. Como fotos, textos, músicas. Tudo isso me inspira e me deixa super bem. Ver coisas, pessoas e situações doces acalma o coração, ou como minha irmã diz “Dão Quentinho no Coração”.

Descobri ser mais simples do que imaginava, mas acho que essa minha percepção e forma de pensamento ainda não é muito compreendida. Sou até certo modo, misteriosa, mas ainda sim, quem me conhece exatamente da maneira que sou (romântica, sonhadora, decidida e confusa também), descobrirá uma garota que quer ser feliz… Assim como uma princesa! rs

MochileiradeAllStar



Quatrode15

Popularizando a ciência do treinamento

Um Travesseiro Para Dois

tudo é especial se quisermos que seja.

Red Pointe - Blog de ballet

Um blog com dicas de ballet, ballet adulto, músicas de ballet (repertório) e muito mais!

Blá

Poesias, Crônicas, Contos

Suspiros & Desatinos

um pouco de amor. um pouco de humor.

Mundo Q

Entre Estantes e Espelhos