Eu tento negar e dizer que sou uma pessoa moderna, mas quanto mais velha, mais percebo o meu tradicionalismo.

Falo que não, mas não tem uma coisa que me deixa mais derretida do que histórias de amor verdadeiro.

O sabor da conquista, as descobertas, aquelas briguinhas que sempre terminam com “o final feliz” do beijo apaixonado, da ida louca ao aeroporto ou a surpresa ao chegar em casa.

Vou mentir se negar que não gosto de flores, que não gosto de cartões ou musicas com dedicatória… Fico tão apaixonada! E me derreto quando vejo.

Gosto de ir dormir pensando e relembrando cada pedacinho especial vivido até pegar no sono e se durmo, tento no dia seguinte recontar de onde parei pra não perder a oportunidade de esquecer cada pedacinho.

Cada sorriso, cada mão dada, cada beijo apaixonado…

Me nego, mas fico idealizando o pedido de casamento, como será minha reação, como será a aliança e como ele vai pensar.

Adoro surpresas inesperadas.. Uma chegada em casa surpresa, uma mentirinha boba de que não vai passar em casa mas chega sorrateiro e me dá um abraço pelas costas ou aquela visita inesperada com uma rosa e o abraço cheiroso!

Sou e sempre fui romântica, pena que as vezes esqueço, mas não tem nada melhor do que aquele amor que dá quentinho no coração como uma velha comédia romântica.

Advertisements