Penseira: Bacia de pedra rasa, com entalhes estranhos na borda, runas e símbolos. É um recipiente que serve para guardar pensamentos os quais ocupam muito espaço na cabeça de alguém.

Monthly Archives: July 2016

Sem título

Eu sei que esse não é o perfil de post do Mochileira, mas to passando pra indicar um site maravilhoso pra você que é curioso nessas coisas de astrologia, signos, planetas e afins.

Depois de 23 anos de existência, enfim entendi como eu sou e como lido com as coisas da vida, depois que li meu mapa astral completo pelo site Astrolink.com.br

Nunca vi um mapa tão completo e explicadinho como esse e pude analisar aspectos essenciais da minha existência, como o fato de estar aqui escrevendo no blog expressando as minhas confusões, felicidades, descobertas e experiências.

Cada falha, cada detalhe, cada aspecto sobre meu mapa, me fez perceber que apesar dos outros me julgarem, reclamarem e eu mesma ficar me cobrando sobre tudo, faz parte de quem eu sou.

Se tem coisas pra melhora? É CLARO!

Acabei por notar que as coisas que eu achava que era “certo” são aspectos negativos meus que podem ser transformados em aspectos positivos que só farão com que eu seja uma pessoa melhor e evoluída.

Toda a minha confusão, meu 8 e 80 para as coisas. O senso de justiça, o aspecto artístico, econômico e até mesmo todo o egoísmo e prepotência faz parte de mim mesmo, mas através disso, procurarei analisar cada palavra e cada passo meu pra me tornar cada vez mais um espirito evoluído não só para os outros, mas claro… Pra mim mesma!

Eis meu mapa…

natal_wheel


Eu tento negar e dizer que sou uma pessoa moderna, mas quanto mais velha, mais percebo o meu tradicionalismo.

Falo que não, mas não tem uma coisa que me deixa mais derretida do que histórias de amor verdadeiro.

O sabor da conquista, as descobertas, aquelas briguinhas que sempre terminam com “o final feliz” do beijo apaixonado, da ida louca ao aeroporto ou a surpresa ao chegar em casa.

Vou mentir se negar que não gosto de flores, que não gosto de cartões ou musicas com dedicatória… Fico tão apaixonada! E me derreto quando vejo.

Gosto de ir dormir pensando e relembrando cada pedacinho especial vivido até pegar no sono e se durmo, tento no dia seguinte recontar de onde parei pra não perder a oportunidade de esquecer cada pedacinho.

Cada sorriso, cada mão dada, cada beijo apaixonado…

Me nego, mas fico idealizando o pedido de casamento, como será minha reação, como será a aliança e como ele vai pensar.

Adoro surpresas inesperadas.. Uma chegada em casa surpresa, uma mentirinha boba de que não vai passar em casa mas chega sorrateiro e me dá um abraço pelas costas ou aquela visita inesperada com uma rosa e o abraço cheiroso!

Sou e sempre fui romântica, pena que as vezes esqueço, mas não tem nada melhor do que aquele amor que dá quentinho no coração como uma velha comédia romântica.


Enfim férias.

Enfim um momento de paz em meio ao caos de uma rotina pesada.

Mas meu maior orgulho foi o que pude conquistar em meio a esse caos todo.

Consegui manter a minha paz interior, controle emocional e organização de tarefas – claro que não foi tudo, mas já ajudou muito. Mas ainda sim, não foi possível atingir o estado alfa de equilíbrio, já que briguei com amigos e por várias vezes me senti sozinha em meio a tanta coisa para fazer.

Por um lado, foi muito bom poder olhar as situações com outros olhos e poder ter a paz de ver que seus esforços foram muito bem recompensados, mas a cada dia que passo – e ainda mais agora nas férias – percebo que no fim das contas sou só eu, e eu…

Desejei por tanto as férias, mas nem amigos eu tenho para ver, nem viagens tenho para fazer e ao menos paz encontro em casa, pois o retorno depois de muito tempo sozinha, sempre é doloroso.

Mas é assim mesmo, vivendo e aprendendo e aceitando as condições que a vida nos dá e acreditando que um dia tudo isso vai melhorar, porque toda essa luta não é em vão.

Prova disso, foi o fato de não ter pego nenhuma DP, nenhuma gripe severa, nenhuma gastrite, nem ter atacado a urticária diante do pior semestre de toda a graduação e ainda sim pude fazer novos amigos de faculdade para pelo menos compartilhar os sentimentos lá dentro, porque os daqui de fora ainda preciso lidar sozinha.

Em meio a tanto 7, ainda terei o meu 1 de honra!


Ela

“Não vai te deixar entender a coisa toda de sorrir pro mundo e reclamar que anda sozinha.” – Daniel Bovolento

Imagem de girl, sweater, and vintage

Curiosamente estava num momento bem bad desse meu início de férias em que me vi sozinha, sem amigos, sem roles e coisas que pessoas da minha idade normalmente fazem, ainda mais depois do sonho que tive que estava numa festança, cheia de amigos, cheia de sorrisos e cheia de vida, mas me encontrei em casa, no frio, sozinha e silenciosa.

Já estava acreditando que minha vida é uma droga e que nunca fico satisfeita com nada, pois sempre acharei pelo em ovo, mas depois dessa frase percebi que sou assim mesmo.

Uma pessoa sempre em busca de alguma coisa, e mesmo em busca, que sempre quer achar o fim da linha, sempre quer conclusões e resultados, mesmo diante de tanta indecisão que é a minha vida.

Isso responde minha grande inquietação de não saber o que eu quero da vida. 23 anos na costas, quase dois anos de faculdade e só quero realizar meus sonhos infantis de conhecer a Disney, ir pra Londres e quem sabe casar com Daniel Radcliffe.

Mas por mais infantil e estranho, essa sou eu… A velha que parece criança, que age como adolescente e tem pensamento mais adulto do que parece.

São muitos eus pra administrar e me encontro sempre confusa, mas isso faz parte de mim, e no fim das contas eu só quero um colo pra chamar de meu no fim do dia, mas que esse mesmo colo me puxe os cabelos e beije meu pescoço forte nos momentos de mais intensidade.

Dificil lidar comigo? Sei bem como é, mas acho que é esse meu encanto.
Me descobrir sempre e sempre…

 



4x15

Divulgando a Ciência do Treinamento

Um Travesseiro Para Dois

tudo é especial se quisermos que seja.

Red Pointe - Blog de ballet

Um blog com dicas de ballet, ballet adulto, músicas de ballet (repertório) e muito mais!

Blá

Poesias, Crônicas, Contos

Suspiros & Desatinos

um pouco de amor. um pouco de humor.

Mundo Q

Entre Estantes e Espelhos