Penseira: Bacia de pedra rasa, com entalhes estranhos na borda, runas e símbolos. É um recipiente que serve para guardar pensamentos os quais ocupam muito espaço na cabeça de alguém.

Monthly Archives: February 2015

IMG_3043
Enfim as festas acabaram..
Enfim a vida pode recomeçar, e mesmo sabendo que a minha se encontra incerta até dia 23 no mais tardar, dia 3, me sinto mais leve e quem sabe consciente das minhas falhas.
Muitas coisas aconteceram nesses últimos quatro dias, e me mostraram muita coisa legal e meio chatinha, mas que com certeza vai mudar o rumo das coisas daqui pra frente.. AINDA BEM!
Acabei não viajando pra lugar nenhum, mas posso dizer que consegui contribuir e muito com as pessoas ao meu redor e que fazem parte da minha vida de algum jeito. Deixei minha marquinha e a boa lembrança nelas.
Estou praticando o perdão também é perdoando as pessoas e pedindo perdão também, porque não existe nada melhor do que a sensação de leveza.
Não vou esperar dias melhores, porque esses podem nunca vir, mas estou caminhando pra felicidade com humildade, perdão, amor, sinceridade e principalmente gratidão pelas falhas e pelas boas coisas.

Feliz fase nova!


IMG_2750-0
Esse ano está sendo um ano de muita análise dos meus erros e acertos ao longo dessa chamada “idade adulta”, e me peguei pensando se de fato já estou nela, ou ainda sou apenas uma adolescente louca que não cresceu..
Sei que gostar de desenhos, jogos, Disney e Harry Potter é algo que não tem idade, mas até onde vai essa ligação com o recreativo e infantil?
Será por conta das alunas ou pelo fato de não aceitar que cresci e preciso lidar com problemas pelo resto da vida?
Sou muito insegura, admito, e o que me faz regredir e pensar demais antes de fazer algo é por conta do que os outros falam… Tem muitas pessoas que acreditam demais em mim, mas as vezes não sei se é por de fato acreditar, ou por querer me ver no chão, até porque analisando minha vida até agora, já conquistei muita coisa excelente, mas nem eu mesmo acredito, então quando me falam “nossa, vai fundo porque vc pode” fico me sentindo pequena.
Ai nisso, creio que acabo descontando nas coisas da infância, porque como não curti como uma pessoa normal, quero esconder meus dotes através dessa infância perdida.
Mas quando será que eu vou acordar e ver que sou uma pessoa boa e inteligente pra conquistar o que eu quero?
Quando a Hermione Granger/ Bela vai resolver encarar as horcruxes/Fera da vida?
Até quando vou ficar nessa de “Aaaaahh que isso, não sou nada, é por causa do tempo”, “é porque tive sorte”, “não, mas é que nesse dia eu tava com X”, de desculpinhas bobas pra um talento que no fundo sei que tenho e não acredito?
Quero acreditar que sou boa sim é que posso ser excelente, mas se não partir de mim, nunca acreditarei!



4x15

Divulgando a Ciência do Treinamento

Um Travesseiro Para Dois

tudo é especial se quisermos que seja.

Red Pointe - Blog de ballet

Um blog com dicas de ballet, ballet adulto, músicas de ballet (repertório) e muito mais!

Blá

Poesias, Crônicas, Contos

Suspiros & Desatinos

um pouco de amor. um pouco de humor.

Mundo Q

Entre Estantes e Espelhos