Queria entender até que ponto o ser humano precisa trabalhar pra se sentir feliz. Queria entender onde fica o termômetro que indica que as contas já estão em ordem e podemos viver nossa vida e sorrir de maneira sincera.
Vejo essa tristeza mais próximo do que poderia imaginar, porque vejo que meus familiares (e principalmente minha mãe), está nessa busca constante e vazia por uma felicidade ditada pela quitação de contas.
Quando que ela voltará a se cuidar de novo, a dormir mais, a ver sua casa do jeito que gosta e se sentir plena ao levantar da sua cama?
Penso que é a falta do meu pai, e esse trabalho todo é a negação de que ela sente falta dele, mas ela não quer ser ajudada.. O que fazer?
Ela diz que eu, cuidando do meu caminho, a deixo feliz, mas é mentira, porque quanto mais me cuido, mais ela se sente sozinha, e como medir isso??
Como viver a minha vida, trilhar meu caminho, construir minha carreira e ainda sim, mantê-la bem?
Não sinto apoio de ninguém pra isso e isso me desespera! Se um dia eu sair, o que ela vai fazer??
Tenho muito medo dela se enfurnar mais ainda dentro de casa e apodrecer o espírito de juventude que sei que existe dentro dela!
Não quero vê-la mais assim, só quero sua felicidade, mas quero a minha vida também!
Alguém me ajuda?

Advertisements