Me imagino na sua frente.. Nós dois sozinhos com uma iluminação fraca ao nosso redor.

Rimos tanto um do outro por frases tolas, comentários inúteis e pensamentos, até que nossos olhares se encontraram e um silêncio se instalou.

Senti algo mudando em você, seu olhar ficou penetrante, sério, carregado. Eu… Fico extasiada com seus olhos e os percebo lá no fundo dos meus.

Sem tirar seus olhos azuis dos meus, você pega minha mão direita, dá um longo beijo e puxa seu corpo contra o meu lentamente nos fazendo dançar uma valsa desajeitada. Aos poucos sinto sua respiração perto da minha como se fosse uma música e nossos olhos continuam unidos assim como nossas mãos. Então você afasta o meu cabelo do meu rosto lentamente, observando cada detalhe, analisando cada traço, cor e textura. Nossa valsa silenciosa pára para assistir o espetáculo interno dos nossos corações acelerados e respiração ofegante.

Então você passa a mão pela minha nuca e se aproxima, desviando seu olhar agora para a minha boca.

Ao tocá-la, sinto seus lábios quentes e macios em um beijo terno e lento. Parecia que você queria estudar e aproveitar cada centímetro e cada segundo desse beijo. Eu, antes que tocasse meus lábios, fechei meus olhos e ouvi sua respiração se aproximando e ao sentir sua boca na minha, perdi o fôlego e fui levada aos céus com seu carinho e cuidado.

Cada segundo daquele beijo, o ritmo, os toques e trocas, expressavam o mais puro desejo de amar e ser amado. Só o coração podia explicar tamanha entrega de ambos, pois não há palavras á altura.

No final, fomos nos afastando ainda de olhos fechados, mantendo acessa a sensação gostosa que foi. Ao abrir os olhos, estes se encontraram mais uma vez, os meus marejados e os seus brilhando.

Nos abraçamos fortemente e senti o seu coração batendo forte sobre o meu, sinalizando a intensidade e entrega daquele momento.

E segundo eles, aquele seria só o primeiro, dos muitos beijos que daremos.

MochileiradeAllStar

Advertisements